Recentemente recebi a visita de um casal (eu divido o apartamento com uma amiga). Ele não era bonito (ao meus olhos), mas não sei o que me deu, pensei nele dias seguidos. E quando ele saía do banho todo perfumado eu fica pensando em sua pele, naquela barba que começa crescer rosnando em mim.

Eu sorria sozinha pela casa, ouvindo perguntas “porque você está rindo?”. Eu dizia “lembranças, lembranças”.

Foram 7 noites de masturbação pensando no cara dormindo no quarto ao lado com a namorada. Foram sete dias daquele perfume incendiando meu corpo. Que gostoso!

Eu adoro essas curtições sem final algum, sem início. Não aconteceu nada entre nós, mas aconteceu em mim, comigo.

Eu não sei por que as pessoas se frustram com coisas que não aconteceram. Dizia Clarice Lispector “ela acredita em anjos, e porque acredita, eles existiam”

Soltem mais a imaginação em 2008!

E quando aparecer a oportunidade de uma transa boa, não digam não. Aproveitem cada dia como se fosse o último.

Obrigada pelas visitas.

Um beijo carinhoso.

Anúncios