Tags

, , , , , , ,

Sábado é um dia para não estar sozinha, pensei. Mas não tinha nada a fazer. Duas amigas ligaram para um passeio, mas preferi minha casa.

Entrei num CHAT e conheci Vinícius, ele não mora aqui, mas estava a trabalho na cidade onde ficaria até domingo. Ele se descrevia bonito e simpático. E entre nossa conversa boba perguntei onde ele estava hospedado. Levei um susto! Ele estava num hotel ao lado da minha casa! Achei engraçado, rimos juntos.

Inevitável as brincadeiras dele “me convida pra conhecer sua casa”. Eu disse não, e não, e não! Eu sou desconfiada, e acredito ser necessário pelo mundo que vivemos, tem tanta gente ruim por aí…

Enfim, por essa coincidência de sermos ‘vizinhos’ por um fim de semana e outras mais, visitamos o Orkut um do outro e pela minha surpresa ele era tudo que falava: bonito, simpático (sorrindo nas fotos) e com vários recados e depoimentos legais. Dei um voto de confiança. Assim como ele a mim. Porém ainda pairavam aquelas dúvidas “e se o Orkut for falso?”, “E se ele for um psicopata?”

E numa súbita confiança pedi para ele vir até minha casa. Ele veio rápido. Em meia hora estávamos conversando no sofá: ele tomando refrigerante (pois tinha trabalho no domingo), eu tomando wisky. Que delícia!

“deixa eu experimentar seu wisky?”
“claro”

Foi assim que senti os lábios dele sobre os meus, a pele áspera tocando meu rosto suave. As mãos dele contornavam minha cintura, estávamos entregue. Foi um beijo longo onde as mãos dele já começaram a passear pelo meu corpo. Senti um certo medo, pensei em parar, mas estava tão bom… Ele pareceu ler meus pensamentos e para não me deixar com mais dúvidas tocou meu sexo, eu dei um passo atrás (ainda beijando-o), ele insistiu, eu me entreguei. Não demorou muito para o dedo dele entrar na minha vagina, eu estava quente, com um fogo… Deitamos no sofá ainda de roupa e ficamos naquele esfrega-esfrega bom indicando como seria o nosso sexo. Éramos dois malucos, mas consciente!

“eu tenho camisinha aqui”
“ótimo”

Toquei o pau dele e senti todo o seu volume, já estava muito duro. Tirei-lhe a roupa e chupei seu pau bem gostoso, ele gemia baixo. Apertando meus seios e me chamando de gostosa. Ele me pediu que deitasse, obedeci abrindo minhas pernas pra ele.

Adoro ver o homem com os olhos brilhando de alegria me vendo ali, toda nua. Ele enfiou um dedo em mim, disse que eu estava toda molhada e era apertadinha. Adorei! Ele me lambeu sem tirar o dedo da minha bocetinha, que gostoso! E o outro dedo dele tocava meu cuzinho… Eu estava pronta pra ser fodida por aquele ‘quase estranho’. Nesse momento eu não temia mais nada!

Ele me penetrou com precisão, sabia muito bem o que estava fazendo. Não foi afoito, era um homem experiente me deixando cheia de tesão.

Fui fodida com muito carinho entre palavras legais, outras sacanas e gemidos sem vergonha. Ele perguntou o que eu queria. “Me fode em pé”. Assim foi: ele me pediu para ficar em pé de costas com as mãos na pia da cozinha. Mais uma vez senti o pau dele gostoso deslizando na minha bocetinha molhada, não demorou muito para eu gozar. Logo depois ele gozou também…

Achei que ficaria um clima estranho – por sermos desconhecidos. Mas não, continuamos carinhosos, conversando filosofia barata, achando a vida divertida demais e nos perguntando: será apenas a coincidência que nos colocou num CHAT com pessoas do país inteiro, Nos descobrirmos conterrâneos (nascemos no mesmo estado) e estarmos a menos de 800 metros de distância?

Não quero falar de amor, que nascemos um para o outro e toda essa conversa boba. Quero dizer de oportunidade! Porque eu acredito que a vida sempre lhe presenteia com o que mais deseja secretamente. Há algum tempo eu pensava ser a hora de fazer sexo com outra pessoa – para conseguir me afastar um pouco da minha história de (des)amor atual. Mas não programei, não entrei no CHAT com a intenção de levar alguém pra minha casa, mas aconteceu – porque eu estou atenta e disposta para vida! Sendo assim, acredite no que deseja e tenha cuidado com os seus desejos secretos, pois se estivermos numa sintonia boa encontraremos coisas boas, caso contrário… acho que vale a pena ter muuuito cuidado e discrição com amizades iniciadas na Internet.

Eu que adoro um CHAT foi a primeira vez que senti confiança em conhecer ao vivo e a cores a pessoa do lado de lá….

Boa semana a todos!
(depois eu conto da transa de domingo com o Vinícius e a transa de ontem com o (dês)amor atual! – dias agitados! rs)

Anúncios